Rating: 2.8/5 (286 votos)

ONLINE
1



CLIKE AQUI PARA ACESSAR O CHAT

 

DSD

 

 

 dsd

          

 



 

 



Atletico PR

Atletico PR

História do Atlético

 

 

O Clube Atlético Paranaense originou-se da fusão de dois tradicionais
clubes de Curitiba - o América Foot-ball Club, até então com um titulo
paranaense da fusão, que acabou, com o Paraná (America - Paraná) e do
Internacional Foot-ball Club, o primeiro campeão estadual, em
1916.


Tudo aconteceu no dia 26 de março de 1924, na Rua XV, no
prédio 416, com a presença de Arcésio Guimarães (Internacional), Joaquim Narciso
Azevedo (América), e mais sete pessoas que fundam o Clube e, em ata, tomam as
primeiras deliberações, entre as quais definem o uniforme, que será vermelho e
preto com listras horizontais, adotando as cores dos uniformes do América
(vermelho) e do Internacional (preto e branco com listras
verticais).

No dia 20 de abril do mesmo ano, o rubro-negro faz sua
estréia do uniforme em sua primeira partida oficial, pelo Torneio Inicio. O adversário ???.... O seu eterno rival,
Coritiba. E venceu pelo placar de 2 x 0.


Duas semanas antes,
vestindo a camisa do Internacional, o Atlético vence o Universal por 4 x 2, em
partida amistosa, a primeira de sua história.

1929 e 1930, o
Atlético ficou 18 jogos sem perder, conquistando o único titulo de "Bi-Campeão
invicto" do Estado do Paraná
.

Em 1929, o rubro-negro venceu
nove jogos com dois empates.

Em 1930, o bi veio com seis vitórias e um empate.

O Atlético foi o primeiro
clube do estado a realizar jogos no exterior, em 1949 o clube foi ao Paraguai,
onde disputou três partidas: Atletico 1 x 5 Olimpia, 3 x 6 Cerro Porteño e vence
por 4 x 1 o Nacional.

Ainda em 1949, O Atlético montou um dos times mais
espetaculares de sua história. Formado pelos velhos craques, como Caju Jackson e
Cireno, reforçado por jogadores importados de outros estados e do ex-alviverde
Neno, o Rubro-Negro passa como um "furacão" sobre todos os adversários,
aplicando goleadas em quase todos os jogos e conquistando o campeonato três
rodadas antes do fim.

O time, que ficaria conhecido como "Furacão",
disputou doze jogos no campeonato, venceu onze e só foi derrotado na última
rodada, pelo Ferroviário, quando já havia conquistado o título por antecipação.
Seu ataque marcou 49 gols, em 12 jogos, numa média de 4,08 gols por partida,
mantendo inclusive, a media contra seu arqui-rival, vencendo por 5 x 1 e 3 x
2.

Sua torcida é considerada uma das mais fanáticas da Região Sul.


O Atlético se tornou um dos clubes mais populares do Brasil com a
conquista do Brasileirão de 2001. Firmando-se como uma das grandes forças do
futebol do Brasil, repetindo ano a ano grandes campanhas. Foi vice em 2004,
perdendo o titulo, nas últimas rodadas e ainda ficou com o vice campeonato da
Libertadores de 2005
, que coroou assim, o Atletico dos
Paranaenses.

» Cireno
Brandalize

Cireno formou ataque com Jackson no Furacão de
49. O craque da ponta-esquerda foi um dos jogadores mais irreverentes da
história do clube. Logo no seu jogo de estréia, marcou três gols e fez a festa
da torcida. Ficou no Atlético por dez anos, até 1952, quando se aposentou.
Cireno foi o protagonista do famoso Atle-tiba dos oito minutos. O Coxa saiu na
frente logo no começo. Aos oito minutos, tabela de Cireno e Jackson e esse
empata a partida. Cireno vai buscar a bola no fundo das redes e arranca o gorro
do goleiro careca Belo. Estava armada a confusão. A torcida coxa xingava Cireno.
A torcida atleticana ia ao delírio com seu grande ídolo. Em outra ocasião, um
torcedor adversário o xingou. Cireno saiu do campo e foi atrás do indivíduo.
Depois de acertar as contas, voltou rapidinho para o gramado.
OS IDOLOS

» Barcímio Sicupira Júnior
IdoloSicupira vestiu durante sete anos a camisa 8 do
Atlético. Chegou na Baixada em 1968, sendo artilheiro e campeão em 70 (20 gols)
e artilheiro em 72 (29 gols). Sicupira é o maior artilheiro do Clube Atlético
Paranaense, com 131 gols, e ainda hoje é um dos maiores ídolos do rubro-negro.
Fazia com que bicicletas, voleios, sem-pulos, passes de calcanhar e peixinhos
parecessem jogadas fáceis, tamanha sua desenvoltura em executá-las.



» Muitos fizeram história no Atletico, não podemos
deixar de citar Caju e seu irmão Alberto Gotardi, Nilo Biazzetto, Nilson Borges,
Zanetti, Bellini, Djalma Santos, Júlio o "campeão da raça", Nivaldo, Roberto,
Carlinhos Sabiá , Valdir, Ricardo Pinto, Reginaldo, Lucas, Gustavo, Kléberson e
as duplas Paulo Rink e Oséas e Washington e Assis, entre tantos
outros.
ArenaEstádio Joaquim Américo
Guimarães
(Arena da Baixada)

Em março de 1997, decidiu-se pela
completa demolição do antigo estádio Joaquim Américo. Nascia o melhor e mais
moderno estádio do país. Chamado de Kyocera Arena entre 2005 até abril de 2008,
é o estádio mais moderno da América Latina. Foi concebido dentro do que há de
mais avançado no mundo e está rigorosamente de acordo com todas as normas da
FIFA. A Arena também funciona como um centro integrado de serviços,
entretenimento e lazer, com estrutura para receber grandes eventos.